Trajetória

Sergio Coelho é compositor, violonista, cantor, produtor e professor de violão. Nasceu no Rio de Janeiro (bairro da Tijuca) em 22 de fevereiro de 1961. Seu nome de batismo é Sergio Murilo Vieiros, no entanto, na adolescência, ganhou o apelido de Coelhão, no Colégio São Bento, onde estudou até passar no vestibular de Direito para a UERJ. Ao entrar na faculdade, achou que “se livraria” deste codinome, mas, logo nos primeiros dias de aula, uma nova colega de turma lhe abordou no corredor e perguntou: “Você não é o Coelhão que tocava nos Saraus do São Bento?”. Não tinha mais jeito! Passou a adotar Sergio Coelhão como nome artístico e,alguns anos depois passaria a assinar como Sergio Coelho.

Após dois anos e meio de curso, Sergio teve a certeza de que deveria “largar” o direito e abraçar de vez o ofício-arte da música.

O pontapé inicial na música foi dado ao lado dos amigos de rua com o Grupo Fruto Maduro. Das calçadas aos palcos do Rio de janeiro o grupo teve aproximadamente 5 anos de vida. Até que em 1983, juntamente com a saída da faculdade, Sergio partiu para “voos individuais”.

 

Como “músico da noite” trabalhou em inúmeras casas noturnas do Rio de Janeiro e algumas outras cidades brasileiras como São Paulo, Porto Alegre e Brasília.

Seu lado compositor que, paralelamente, também foi apresentado nestas praças, está registrado em dois Lps: em 1986 – Biscateiro de emoções – ainda como Sergio Coelhão – e em 1991- Sergio Coelho) e em três Cds (2000 – Sergio Coelho (compilação dos dois Lps citados) / 2003 – Fique você sabendo e 2012 – de Lá e de Cá). Todos produzidos de forma independente.

Neste ultimo trabalho, “de Lá e de Cá”, Sergio Coelho contou com a coprodução de seu mais constante parceiro musical Lula Moreno que reside há mais de vinte dois anos em Portugal. O disco foi concebido e gravado graças aos recursos da internet e a partir de arquivos que “viajaram pela rede” até que o resultado final acontecesse. Daí o nome. Sergio trabalhou na criação de trilhas musicais para quatro peças infantis: Baú da inspiração, Formigando, O circo e Bichoqué (ainda inédita). Criou diversos jingles publicitários e atua como professor de violão popular.

No ano de 2013, ao lado de Denise Pinaud (cantora) estreou o show “Eles com elas & Elas com eles” onde fazem um interessante e diversificado passeio musical baseado nos “casais da MPB”. Entre outros cantam Tom e Elis, Chico e Bethânia, Cascatinha e Inhana, Cauby e Angela Maria e até Jane e Herondy e Sandy e Júnior. Este projeto, criado e produzido por ele, já foi apresentado no Espaço Cultural Furnas – RJ, Teatro Sesc-Tijuca, Sesc-Nova Friburgo e no Teatro Municipal de Niterói.

Entre maio de 2014 e dezembro de 2015, com Ronaldo Caudilho, seu parceiro e amigo desde os primeiros acordes como músico profissional, Sergio iniciou o projeto “Tributo a Sá e Guarabyra” se apresentando em três unidades do Sesc-Rio (Nova Iguaçu, Tijuca e Petrópolis), na Sala Baden Powell (Copacabana) e no Centro de Referencia da Música Carioca.

A partir de 2016, Sergio Coelho nos tem apresentado o show “Lembrando Miltinho – Rei do Ritmo”, onde, acompanhado de um quinteto (teclado, violão, sopros, baixo e bateria), faz um passeio musical pelo vasto e eclético repertório deste ícone da MPB.

Além destes projetos, Sergio continua atuando em eventos, festas, na produção musical de outros artistas e ministrando aulas de violão e canto popular.